EM MARABÁ: ASSALTANTE DA FOLHA 28 É ACUSADO DE MATAR PAI E FILHO DE APENAS 1 ANO.

O assaltante que usava uniforme do Serviço de Saneamento de Marabá (SSAM) e foi flagrado por câmeras de segurança, entrando em luta corporal com um bombeiro, durante uma tentativa de assalto, é considerado altamente perigoso. Trata-se de Lucas Dias Portela, o “Luquinhas”, que responde a processos criminais por três assassinatos. Duas das vítimas dele foram um pai e um filho de apenas 1 ano e sete meses de idade.

O crime bárbaro aconteceu em 10 de março de 2020, tendo como vítimas Ailton Nascimento Lopes, de 23 anos, e o filho dele, o pequeno Kauã Ribeiro Nascimento. Além disso, o preso também é investigado pelo assassinato de Aleson Pereira Ribeiro, o “Nonô”, na rotatória que divide as Folhas 15, 16, 22 e 23, no dia 30 de maio de 2019. Todos os crimes foram motivados por vingança, segundo a polícia.

De acordo com o delegado Vinícius Cardoso das Neves, diretor da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, o Departamento de Homicídios teve um trabalho fundamental porque já havia obtido mandado de prisão contra “Luquinhas” e estava no encalço do criminoso, que acabou sendo preso por conta dessa outra situação.

Além dessas três mortes, a mesma pessoa também é investigada por outros homicídios ocorridos aqui em Marabá. É um indivíduo de extrema periculosidade que é retirado circulação fruto do trabalho da Delegacia de Homicídios de Marabá, que investigou os casos, identificou autoria e representou ao Judiciário pela prisão preventiva do assassino”, explica o delegado.

A PRISÃO

“Luquinhas” foi preso na tarde da última quarta-feira (28), junto com quatro comparsas, quando tentaram atacar uma residência, onde a dona vende joias, na Folha 28 (Nova Marabá). O assalto não deu certo porque o filho da dona, que é bombeiro militar, reagiu e entrou em luta corporal com “Luquinhas”. Os comparsas dele (três armados) dominaram o rapaz, mas não atiraram nele e resolveram desistir do assalto. Mas foram presos pela Polícia Militar na cabeceira da ponte rodoferroviária do Rio Tocantins, no lado do São Félix.

Na delegacia, além de “Luquinhas”, os outros foram identificados como Luiz Fernando Conceição Teixeira (21 anos), Gabriel Santos de Oliveira (18), Jacsiel Sousa de Moura (20) e Jonaci Carvalho Feitosa (45), que dirigia o carro e seria motorista por aplicativo.

Com os cinco acusados foram apreendidos dois revólveres calibre 38, com seis munições, e uma pistola 380, com cinco munições. Eles foram autuados em flagrante por tentativa de roubo e formação de quadrilha. 

Fonte: (Chagas Filho)

Gostou do conteúdo? Então compartilhe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *