ATRAVÉS DE UMA CARTA, MONIQUE MEDEIROS MUDOU SUA VERSÃO SOBRE A MORTE DO FILHO, HENRY BOREL.

(Mãe do menino Henry Borel, a professora Monique Medeiros mudou sua versão sobre a morte do filho. Em uma carta obtida pelo Fantástico deste domingo (25), Monique admitiu que mentiu à polícia, narrou agressões do namorado, Dr. Jairinho, contra ela e contra o garoto e disse se sentir ameaçada).

Em carta, Monique diz que Henry foi agredido —
•DEPOIMENTO : “Perguntada sobre como era o relacionamento em casa, entre ela, Jairo e Henry, Monique afirmou que era muito bom, não tendo relatado quaisquer problemas; embora o relacionamento não fosse próximo, já que se conheciam há pouco tempo, Jairo e Henry tinham boa relação, inclusive, ocasionalmente, brincando juntos; Monique não acredita que Jairinho tenha feito qualquer coisa contra seu filho, até porque a relação entre eles era boa, e ele sempre tentava cativar o amor de Henry.”
•CARTA : “Um dia, em janeiro, Henry veio correndo até a cozinha uns 15 minutos depois que Jairinho chegou, dizendo que o tio tinha dado uma ‘banda’ nele e uma ‘moca’. Fui até a sala perguntar o que tinha acontecido, e Jairinho disse que ele era um ‘bobalhão’, que segurou ele pelos braços brincando e passou a perna, mas que Henry nem caiu pois ele estava segurando-o.”
COMO MONIQUE ENCONTROU HENRY;
 
•PRIMEIRO DEPOIMENTO: “Já por volta de 3h30, aproximadamente, Monique acordou, quando viu a TV ligada e Jairo dormindo ao seu lado; Monique, então, acordou Jairo, mexendo em seu braço, para que fossem para o quarto; Jairo, aparentemente, dormia em ‘sono pesado’; Jairo se levantou e foi ao banheiro da suíte de hóspedes; Monique foi para o quarto do casal e lá já se deparou com seu filho caído ao chão; ao colocar seu filho de volta na cama, notou que ele estava com mãos e pés gelados, que não respondia aos seus chamados e que os olhos estavam revirados; Monique gritou por Jairo, que veio correndo.”
•NA CARTA: “De madrugada ele me acordou, dizendo para eu ir até o quarto, que ele pegou o Henry no chão, o colocou na cama e que meu filho estava respirando mal”. No quarto, ela encontrou o filho de barriga para cima, descoberto e com a boca aberta. Monique afirma que perguntou a Jairinho o que tinha ocorrido. “Ele disse que escutou um barulho que chamou sua atenção e acordou pra ver.  Que Henry tinha caído da cama! Então enrolei o Henry numa manta e corremos para a emergência. (…) Mas em nenhum momento eu achava que estava carregando meu filho morto nos braços.”
      UNIÃO E AMEAÇAS
•DEPOIMENTO: “Perguntada sobre como está a sua relação com Jairo, Monique respondeu que eles estão juntos e pretendem passar por isso unidos.”
•CARTA: “Eu tentava a todo custo me afastar e me desvincular dele, mas fui diversas vezes ameaçada e minha família também.”

Fonte: (G1 Brasil )

Gostou do conteúdo? Então compartilhe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *