VEREADORES SUGEREM CRIAÇÃO DE COMPLEXO ESPORTIVO, BOLSA DE ESTÁGIO PARA ADOLESCENTES E QUADRA DE ESPORTES

Os vereadores Francisco Eloecio (Republicanos), Ivanaldo Braz (PDT) e Zé do Bode (MDB) requereram do prefeito municipal, por meio de três indicações distintas, a criação de um complexo esportivo no Bairro Cidade Jardim (Indicação nº 607/2021); programa de bolsa de estágio para adolescentes na administração pública (Indicação nº 608/2021) e construção de praça, quadra de esporte e playground infantil no Bairro Vale dos Carajás (Indicação nº 610/2021)

Francisco Eloecio

Complexo esportivo:
Francisco Eloecio

O pedido para construção de um complexo esportivo no Bairro Cidade Jardim foi feito pelo vereador Francisco Eloecio. Segundo informou, o bairro citado acima possui oito etapas e conta com 12.497 terrenos residenciais e comerciais, com grande potencial de crescimento mais ainda em número de moradores.

“Isso ressalta a importância de levar aparato público de grande porte para atender à população daquele bairro e que consequentemente vai beneficiar todo o município”, sugere o parlamentar, destacando que a ideia é ajudar na autoestima, capacidade mental, prevenir de depressão, doenças crônicas, envelhecimento, estresse e ansiedade.

Francisco Eloecio sugere que a estrutura do complexo esportivo deva contar com campos de futebol em tamanho oficial, campos de futebol soçaite com medidas oficiais, ginásio esportivo para treinamentos e competições; ginásio exclusivo para PCDs, piscina semiolímpica, quadra aberta, playground, quadras de areia para vôlei e futebol; sede administrativa, salas para artes marciais, jogos de mesa, tênis de mesa, danças e ritmos; alojamento, cozinha e amplo estacionamento.

Ivanaldo Braz

Bolsa de estágio:
Ivanaldo Braz

Em outra indicação, de nº 608, assinada pelos vereadores Francisco Eloecio e Ivanaldo Braz, eles pedem que o governo municipal viabilize a criação de um programa de bolsa de estágio para adolescentes dentro da administração pública municipal.

Os legisladores defendem na justificativa da matéria que os adolescentes têm direito à proteção da vida e da saúde, mediante a efetivação de políticas sociais públicas que permitam o nascimento e o desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência, conforme preceitua o Estatuto de Defesa da Criança e do Adolescente.

“O programa tem como missão dar uma oportunidade para os nossos adolescentes, na faixa etária de até 18 anos incompletos, contribuindo para que eles desenvolvam suas carreiras com sucesso e agreguem valor à administração pública. Vamos também inseri-los de forma rápida e positiva em um ambiente sociável e que os favoreça a se tornarem autores de sua própria vida”, enfatiza trecho da indicação.

O programa promete manter uma rotina saudável desses adolescentes, melhorando aspectos como a responsabilidade em um ambiente em que favoreça a ocupação, impulso à atividade, tarefas e obrigações, criando um desenvolvimento mental dessas pessoas.

De acordo com Braz e Eloecio, a quantidade de bolsas ofertadas e valores de remuneração devem ser estipulados conforme disponibilidade do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Parauapebas (Fumdcap).

Zé do Bode

Praça de esporte:
Zé do Bode

Por último, o vereador Zé do Bode pede a construção de uma praça, quadra de esporte e playground infantil no Bairro Vale dos Carajás, que se localiza às margens da Estrada Faruk Salmen, foi criado há vinte anos, conta hoje com uma população de aproximadamente duas mil famílias e já foi alvo de inúmeros pedidos de inclusões de serviços públicos, mas nunca foram atendidos.

O vereador registra que, embora esteja localizado em uma área nobre da cidade, o bairro não possui nenhuma estrutura pública. Quando a população necessita de atendimentos básicos ou lazer é obrigada a se dirigir a outros centros para ter direito a um acesso previsto na Constituição Federal.

Zé do Bode explica ainda que na área central do Bairro Vale dos Carajás está localizada uma quadra de enormes proporções, designada ao poder público e que hoje se encontra abandonada, tomada pelo mato e por falta de estrutura torna-se abrigo de animais peçonhentos, depósito de lixo e animais mortos, frequentado por cavalos e recanto da bandidagem.

As três indicações, depois de lidas, foram aprovadas pelos demais vereadores e serão avaliadas pelas secretarias municipais afins.

Texto: Waldyr Silva / Fotos: Felipe Borges / AscomLeg2021

Gostou do conteúdo? Então compartilhe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *